domingo, 25 de setembro de 2016

CONFRATERNIZAÇÃO E APRENDIZAGEM

Na tarde de 9 de setembro de 2016, tivemos uma atividade agradável: dois jovens Hícaro e Thaisa os quais concluíram o contrato de dois anos, ao mesmo tempo em que vieram fazer uma visita cordial, puderam participar do mês de atividades extras.

Hícaro nos trouxe sua experiência em dois anos de Banco do Brasil e em sala de aula. Atualmente terceiro anista da Faculdade de Administração de Empresas pela UNICEP, quando bolsista, e estagiário no mesmo banco em que o recebeu como jovem aprendiz RASC.

Belíssima trajetória. Falou sobre o sonho de se tornar administrador, buscar alcançar concurso público na área bancária, quem sabe fazer carreira no banco em que iniciara suas atividades.

Thaisa veio acompanhada dos pais, os quais sempre presentes em todo o curso de aprendizagem.

Pudemos, nessa tarde, sermos preenchidos por sonhos, expectativas, experiências que agora em registro irá permanecer através dos tempos.

   


Na foto: a partir da esquerda Larissa (que faz o self) Josiane, Élvio e Eduardo - ajoelhados, Ana Carolina, Luana Kelly, Fernanda e Hícaro, sentada Heloisa, José Carlos, Caio, Henrik, Iuri, Maria Aparecida e esposo - pais de Thaisa, Evelyn, Inajá e Bianca. 

quarta-feira, 4 de maio de 2016

POLO LIMEIRA - VISITA CMDCA


jovens do pólo Limeira fazem pose para a foto marcando o feliz encontro entre os membros do CMCDA e os aprendizes da RASC. 
Tarde de muito aprendizado em que todos se beneficiaram das palavras recebidas e levadas. 


Rafael e Bianca (jovens do projeto RASC e Luciana do CMDCA (ao centro)  

ENCERRAMENTO ATIVIDADES 2015 POLO SÃO CARLOS




Nada melhor do que uma foto para registrar um momento festivo


Encerramento das atividades no Polo São Carlos.
Momento de grande alegria e confraternização


Foto de Élvio
São Carlos - 10/12/2015



sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

GENTILEZA - Polo Araraquara - 10/02/2016

Pra começar já vou falar assim
eu pratico o que quero pra mim.

Preste atenção no que vou dizer:
não faça ao outro o que não quer pra você.




Pratique o bem
sem mesmo ver a quem.

Seja elegante
e verás como vai bem adiante.

Não importa o tamanho
não importa a cor
trate todos com carinho e amor.

Se é alto ou pequeno
se é baixo ou moreno

sua beleza vem de você:
a alma mostra o que a mente tenta esconder.

Gentileza é educação.






Um abraço
um beijo
um aperto de mão.

Ser generoso é excelente
Somente com um abraço se pode ficar contente.

Um ato gentil geralmente é guardado na memória
e acredite, isso pode mudar sua história.


Matheus Augusto do Nascimento 

______________________________

A proposta de trabalho desta quarta-feira (10/02/2016) no polo Araraquara, fora a Gentileza.

Os jovens trouxeram tópicos e apresentaram em sala. Matheus compôs um poema, utilizando as palavras que se apresentaram:

Gentileza é:

elegância, educação, cortesia, amabilidade, atenção, respeito, compreensão, nobreza.

Ótima proposta que agora permanece na história, através de palavras e fotos. 
________________________________

Inajá e Élvio  - 10/02/2016

domingo, 24 de maio de 2015

ABRIL JOVENS APRENDIZES POLO SÃO CARLOS



Viver é não ter a vergonha de ser feliz
Verdadeira apoteose - os jovens podem demonstrar alegria ao compartilhar o momento.
O registro desta tarde de abril permanecerá em todos os corações.


clique sobre a imagem
_____________________
Lauanda - faz sua pesquisa e apresenta o que é ser aprendiz


clique sobre a imagem
_________________________
Cálita se preocupa com o tema muito relevante na atualidade, a questão do estresse. 
Ótimo momento de reflexão para todos. 


clique sobre a imagem

_______________________

Ana Paula, Larissa Mello, Diego, Caio, Gabriel Postigo, Iuri, Bianca, Letícia,
tiveram a oportunidade de perceber o papel que todos os adolescentes representam nas agências,
quando realizaram e aqui apresentaram as entrevistas que elaboraram junto aos seus coordenadores/gerentes.
 


clique sobre a imagem
___________________________

Gabriele, Lauanda, Natalia, Cálita, Evelyn, Larissa Giacomelli,
Gabriel Postigo, Diego, Caio, Iuri, Lucas, Larissa Mello, Ana Paula,
Letícia, Bianca, Leonardo, Gabriel Silva, Thaiza
jovens empenhados na alegria de viver, estudar, trabalhar,
compartilhar o melhor da adolescência.


clique sobre a imagem


____________________

fotos: Elvio Antunes de Arruda
Montagem e postagem: Inajá Martins de Almeida


sábado, 18 de abril de 2015

ÉTICA, POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - profª Carla Giani Martelli

Em comemoração ao mês do Adolescente Aprendiz, os jovens da RASC, Polo Araraquara assistiram belíssima palestra no Plenarinho da Câmara Municipal de Araraquara.

No dia 15 de abril de 2015, a professora da UNESP através do tema Ética, Política e Administração Pública, levou os jovens a repensarem o momento em que a nação está vivenciando, assim como a participação de adolescentes no cenário político.

Muitas perguntas fizeram-se sentir. Os jovens interagiram com os presentes, momento em que todos se beneficiaram da troca de experiências.

Em momentos a palestrando dirigiu-se aos jovens com satisfação, quando os questionamentos trouxeram novas perspectivas ao plenário.

clique sobre as imagens


Fachada da Câmara Municipal - centro de Araraquara. Monumento imponente impõe pela presença resgatando o passado com o presente. Belíssima construção de arquitetura esmerada, registrada nesta foto por Elvio A.Antunes aos 15 dias de abril de 2015.




Carla Giani Martelli (profª e palestrante) Edna Martins (vereadora) e Elias Chediek (vereador)


Os jovens compartilham a alegria pela tarde envolvente. 
Sorrisos contagiantes.



Alguns momentos em imagens



Atenção total. O tema a todos envolvia em aprendizado 


Pensativos. Registros necessários.


As organizadoras do evento - Paula, Alesandra, Silva, e Inajá (RASC)
Belíssima amizade. Agradecimento eterno. Momento contagiante. 


_________________

Montagem : Inajá Martins de Almeida
Fiotos: Elvio A.Arruda

__________________

sexta-feira, 17 de abril de 2015

NEM MELHOR, NEM PIOR, APENAS ÚNICA - Larissa Mello

Polo São Carlos, tarde de sexta-feira, 17 de abril 2015.
Às comemorações do mês dos Adolescentes Aprendizes agregam-se temas. Atividades conjunta. Eis que se propõe a busca por Perfis.

Afinal o que é essa palavra que a muitos soa de forma temerosa, a outros enganosa e outros tantos engenhosa.

Estava lançado o desafio, quando entre tantas falas, conjecturas, um a outro trocando perfis, todos compartilhando pontos de vista, um poema se faz preencher o espaço na voz suave e doce de uma jovem sonhadora.

É Larissa Mello que encanta com sua jovialidade e levanta aplausos, quando a se expressar, de si, em poema:




clique sobre a imagem




Nem melhor, nem pior, apenas única!

Nem tão alta, nem tão baixa, na medida certa!
Nem tão branca, nem tão negra, um tom misturado!
Nem tão morena, nem tão loira, um castanho médio!
Nem tão esperta, nem tão burra, uma capacidade diferente!
Nem tão rica, nem tão pobre, com meu suor, conquisto o que preciso!
Nem tão chata, nem tão legal, pra cada situação um jeito de lidar!
Nem tão estilosa, nem tão brega, um perfil diferente!
Nem tão rápida, nem tão devagar, uma velocidade que não me faça desistir de meus sonhos!
Nem tão magra, nem tão gorda, aliás, isso não diz o que tenho de melhor dentro de mim!
Nem melhor, nem pior, apenas única, aliás, o meu ser, apenas eu posso mudar e ninguém pode copiar, pois cada um sabe o que tem de melhor dentro de si. 



_________________

postagem: Inajá Martins de Almeida

____________




    

SONHOS - Amanda Rodrigues de Souza



Foi com essa proposta que Amanda Rodrigues de Souza, Pedagoga e Mestranda em Educação Especial pela UFSCAR (Universidade Federal de São Carlos) abrilhantou a tarde de quinta-feira, 16 de abril 2015, mês das comemorações aos Adolescentes Aprendizes.





Nathalia, Lauanda, Thaiza, Amanda, Inajá, Bianca, Letícia, Gabriele, Ana Paula e Letícia
Lucas, Diego, Iuri, Leonardo, Gabriel Silva, Gabriel Postigo, Caio e Thainá


A consistência dos seus sonhos. O esforço para conquistá-los. Os obstáculos. Janelas que se abriam a novas perspectivas inusitadas. 

Os projetos. As viagens. Sonhos que uma jovem sonhadora sonhava e realizava e levava os jovens a buscarem os seus sonhos.

A bagagem de Amanda se abria e preenchia todo o ambiente. 




Sonhos adentravam e iluminavam o ambiente. 

Janelas entreabriam-se aos sonhos.

Sorrisos contagiantes, sonhavam sonhos de adolescentes.


Aprendizes de sonhos - sonhavam. 
Criavam expectativas vindouras. 
Teciam planos.  


Envolviam-se nos sonhos realizados.
Enquanto sonhos a serem realizados 
clamavam.




A mochila guardava sonhos.

E todos sonhavam.

O espaço tornava-se pequeno.

Portas se abriam aos sonhos.

Buscavam alargar fronteiras.  




Porque :



"Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade" - Walt Disney


___________________


formatação e postagem: Inajá Martins de Almeida
fotos: Elvio A.Arruda

RASC - Polo São Carlos  -16/04/2015

__________________

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

DIFÍCIL MOMENTO DA DESPEDIDA




clique sobre as imagens
______________________________________________

Gleice Lira, jovem valorosa, talentosa, amiga.
Cumpriu seu contrato com louvor. 

Neste último dia ao compartilhar suas experiências, seus momentos vividos na agência e em sala de aula - a chegada e a partida - a todos transmitiu uma verdadeira lição do que é ser um profissional com atributos os quais um profissional deve ter.

Um profissionalismo numa jovem adolescente,  que poderia causar transtorno em muitos  profissionais com longa jornada.
A ordem no trabalho, do primeiro ao último dia. O zelo e cuidado pela sala de aula. O trato para com os colegas, em especial a esta que escreve, encantou.
A despedida. Em cada local uma palavra de carinho. Aos gerentes, auxiliares, funcionários de todos os cargos e postos. Nem mesmo a senhora do salgado fora esquecida. 
O agradecimento a todos. A mim, tocou profundamente. 
Obrigada Gleice por ter compartilhado conosco a sua intelectualidade a sua meiguice, o seu toque maduro numa adolescente ainda.
Que o tempo se encarregue de conduzi-la ao sucesso merecido. Jamais se aparte do ser, em detrimento ao ter. Muito bem explorado em nossas aulas. 
Obrigada amiga.

     
Uns chegam - Ana Paula. Outros permanecem por mais alguns meses - Murilo, Natalia Driele, Daniele, Ana Caroline, Lais, Leticia Gamito, Pâmela, Emerson, Gabriel, Tainã, Thamires.
Partem: Gleice Lira, Nathalia Triques, Luana Moreira (foto), Kelvin Jansen, Tarik Brandão. 
Uma jornada de dois anos, compartilhada nas aulas de quarta-feira. 
É dezembro. Festivo pela meta alcançada. Triste. Melancólico pela saudade da ausência daquele lugar.
Cada jovem com sua característica. Sua postura. Jovens que ao saírem já não são os mesmos que adentraram portas: quer giratórias, quer a convencional em sala de aula. 
A muitos, a estatura denuncia. Entretanto, visível se torna o amadurecimento de todos.    


Entre um regalo adorável, a mim entregue - o piano que é "minha cara", segundo o dizer dos jovens - a alegria, mesclada a tristeza, despendem-se da "pequena aprendiz" - Nathalia Santos 
"Pequena notável", como pude me expressar.   
Letícia Martins, logo nos primeiros dias de dezembro também parte.  



Emerson, Tainã, Gabriel - três jovens. Alegria contagiante. Carinho expresso nos gestos. 
O tempo ainda lhes proporcionará momentos agradáveis.
É mês de Natal. Os festejos se aproximam. Metas cumpridas. Metas a serem almejadas ante 2014 que se aproxima. 
Encerramos nosso ano de trabalho. 
Pudemos participar de mais três contratações: Thainá, Nathalia Soriano e Gabriel Postigo.
Uns partes. Outros chegam. 
É o Programa Adolescente Aprendiz RASC que proporciona momentos marcantes na vida de tantos jovens neste Estado de São Paulo.
Obrigada em uníssono dizemos.

Inajá Martins de Almeida e os jovens



quarta-feira, 30 de outubro de 2013

VOCÊ VIRARIA A CADEIRA PARA VOCÊ MESMO? - Alexandre Prates

Tenho acompanhado com certo entusiasmo o programa que busca a nova voz do País, o The Voice Brasil. Mesmo como expectador, é inevitável sentir, ainda que em menor intensidade, aquela angústia de quem está se apresentando, na expectativa de um dos técnicos virarem a cadeira e, dessa forma, concederem uma oportunidade para entrar realmente no programa e dar um grande passo para uma carreira exitosa. Saber cantar, ter repertório, carisma com o público, nada disso garante que as cadeiras irão virar. É impressionante! Ficamos assistindo, encantados com a apresentação e, ainda assim, somos surpreendidos com a negativa dos técnicos. Mas, pensando bem, não é tão impressionante assim. Fazendo uma analogia com o mundo corporativo, podemos pensar: quantas pessoas você conhece que possuem um currículo acadêmico invejável e, no entanto, ainda não tiveram grandes conquistas profissionais? Quantas pessoas você conhece que têm um discurso incrível, embasado, emocionante, mas que nada fazem além de falar e falar? Eis a questão, amigo. Não é apenas o repertório de citações acadêmicas, o carisma, a capacidade técnica. É preciso ir além para fazer a cadeira virar, para conquistar a oportunidade, o reconhecimento. Então fica a pergunta: o que faz a cadeira virar? ... continue em ...

pesquisa e postagem de Inajá Martins de Almeida

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

JOVENS TALENTOS - POLO SÃO CARLOS


Jovem Talento se expressa através da escrita

clique sobre a imagem


Jovens se expressam através da arte


Pintura de Mariana Dourado - Rua XV de Novembro 

Rosto de Gleice Tavares de Lira

Luana Moreira - auto retrato


Victor Matheus dos Santos - Realizando sonhos

Desbravando caminhos - trabalho em equipe - Luana, Bruna e Sabrina - 2012


_____________________________

trabalhos em sala de aula
fotos: Elvio A.Arruda
Postagem: Inajá Martins de Almeida 

sábado, 3 de agosto de 2013

A REINVENÇÃO DO PROFISSIONAL - Alexandre Prates


"É impossível prever o futuro, mas é possível reinventar-se para ele". Alexandre Prates

  1. Não trabalhe por uma empresa mas sim por sua carreira
  2. Valorize o seu trabalho
  3. Encante as pessoas
  4. Pense no futuro
  5. Invista no conhecimento ão perecível
  6. A maneira como nos dirigimos a alguém tem grande impacto
  7. O salário motivo
  8. Estabeleça metas bem definidas
  9. Elogios mantém motivação em alta



_________________________

postagem de Inajá Martins de Almeida

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

A PORTA GIRATÓRIA QUE LEVA AOS SONHOS

 "Em dois anos de banco, aprendi que o amor é igual a uma porta giratória; uns passam direto, alguns ficam por certo tempo e outros ficam travados por um bom tempo, mas nem todos teem a paciência de esperar e começar outra vez".  Mariana Dourado

clique sobre a imagem
_____________________________

Nesta quarta-feira 31 de julho de 2013, dois jovens cumpriram sua jornada de dois anos dentro do projeto adolescente aprendiz (adolescente trabalhador).

De início árdua e longa jornada  que, ao passar dos dias foram se tornando cada vez mais suave, a medida que amigos foram sendo agregados, conhecimento compartilhados: a porta giratória que se abria a responsabilidade das quatro paredes que apontavam ao futuro profissional; a porta giratória que mostrava perspectivas, novos horizontes ao fim da cada tarde bem usufruída. Alma lavada. Dever cumprido. Uma porta giratória encerra...

A sala de aula. Experiências compartilhadas. Conhecimento agregado. Dois anos contados em semanas. Novas amizades. Colegas que partiam. Colegas que chegavam.

Eis que o momento se apresenta também para Mariana e Victor Matheus.

 Palavras. Agradecimentos. Aplausos. Abraços. Fotos. Lembranças. Saudade... Uma página da história encerra um ato. Páginas em branco aguardam novos textos.  A linha do tempo a tecer linhas, porque há pessoas que partem... Apenas partem. Há pessoas que partem e se vão. Mas há pessoas que se vão e não partem.

Palavras e postagem de Inajá Martins de Almeida, com muito carinho,  sob postagem e consentimento de Mariana Dourado  

segunda-feira, 29 de julho de 2013

ENTREVISTA DE EMPREGO - doze questões a pensar

 1. Fale sobre si.
 Esta pergunta é quase obrigatória em uma entrevista de emprego e deverá ser muito bem praticada para uma resposta sucinta, direta e, acima de tudo, que valorize o seu perfil profissional.

 2. Quais são seus objetivos a curto prazo? E a longo prazo?
 Seja específico e tente aproximar, de alguma forma, os seus objetivos aos da própria empresa. Respostas como “ganhar bem” ou “aposentar-se” são totalmente proibidas.

3. O que o levou a enviar o seu curriculum a esta empresa?
 Aproveite esta deixa para demonstrar que fez o seu “trabalho de casa” e fale sobre a atividade da empresa e a forma como o posicionamento desta a torna uma empresa de elevado interesse para qualquer profissional. Naturalmente, para responder a esta pergunta, é preciso fazer previamente uma pesquisa sobre a empresa. Vá ao site institucional, faça pesquisas usando mecanismos de busca, leia revistas da especialidade e converse com pessoas que trabalham ou já trabalharam lá.

4. Qual foi a decisão mais difícil que tomou até hoje?
 O que é pretendido com esta questão, é que os candidatos sejam capazes de identificar uma situação em que tenham sido confrontados com um problema ou dúvida, e que tenham sido capazes de analisar alternativas e consequências e decidir da melhor forma.

5. O que procura num emprego?
 As hipóteses de resposta são várias: desenvolvimento profissional e pessoal, desafios, envolvimento, participação num projeto ou organização de sucesso, contribuição para o sucesso da sua empresa, etc.

6. Você é capaz de trabalhar sob pressão e com prazos definidos?
 Um “não” a esta pergunta pode destruir por completo as suas hipóteses de ser o candidato escolhido, demonstre-se capaz de trabalhar por prazos e dê exemplos de situações vividas em trabalhos anteriores.

7. Dê-nos um motivo para o escolhermos em vez dos outros candidatos.
 Esta é sempre das perguntas mais complicadas mas o que se espera é que o candidato saiba “vender” o seu produto. Isto é, deverá focar-se nas suas capacidades e valorizar o seu perfil como o mais adequado para aquela função e a forma como poderá trazer benefícios e lucros para a empresa.

8. O que você faz no seu tempo livre?
 Seja sincero, mas sobretudo lembre-se que os seus hobbies e ocupações demonstram não só a capacidade de gerir o seu tempo, preocupações com o seu desenvolvimento pessoal e facilidade no relacionamento interpessoal.

9. Quais são as suas maiores qualidades?
 Aponte aquelas características universalmente relacionadas com um bom profissional: proatividade, empenho, responsabilidade, entusiasmo, criatividade, persistência, dedicação, iniciativa, e competência.

10. E pontos negativos/defeitos?
 Naturalmente que a resposta não poderá ser muito negativa, pois serão poucas as hipóteses para um profissional que diga ser desorganizado, desmotivado ou pouco cumpridor dos seus horários.
Assim, o truque é responder partindo daquilo que normalmente é considerado uma qualidade mas agravando-o de forma a parecer um “defeito”. Ou seja, exigente demais, perfeccionista, muito auto-crítico, persistente demais, etc.

11. Que avaliação faz da sua última (ou atual) experiência profissional?
 Não se queixe e, em caso algum, critique a empresa e respectivos colaboradores. Diga sempre alguma coisa positiva, ou o ambiente de trabalho ou o produto/serviço da empresa. Se começar a apontar defeitos ao seu emprego anterior correrá o risco de o entrevistador achar que o mesmo pode acontecer no futuro relativamente aquela empresa.

12. Até hoje, quais foram as experiências profissionais que lhe deram maior satisfação?
 Seja qual for a sua escolha, justifique bem os motivos. Tente mencionar as mais recentes e que sejam mais adequadas aos seus objetivos profissionais.
ESAM - CONSULTORIA EMPRESARIAL

quarta-feira, 17 de julho de 2013

MEMÓRIAS VIVAS - REVISTA KAPPA EDIÇÃO 73 - JULHO 2013

Grata surpresa. 
A Revista Kappa entra em sala de aula periodicamente.
Matérias relevantes são trazidas a baila. Personagens resgatados. A história encontra eco através de seus editores.
Agora, enquanto as páginas são folheadas, artigos percorridos, eis que um em especial chama atenção

A primeira do interior de São Paulo. Você Sabia?

Fotos registram momentos. Sala de aula. Alunos ávidos. Décadas passadas. Um rosto familiar - Sonia Maria Trombelli de Hanai. Um carro biblioteca. A Escola de Biblioteconomia marca gerações. 

Lembrança que a memoria resgata. Ana Paula Santos entra em cena. Transcreve parte dessa lembrança. Nome declinado. Palavras transcritas:

Inajá Martins de Almeida, formada em 1972 pela escola, compartilha em um blog memórias das experiencias vividas... continue em ...   

Nesta tarde pude, mais uma vez, compartilhar conteúdo da Revista Kappa. Desta vez, minha escola - tantas vezes referenciada - meus professores, trazidos ao presente de maneira contínua, agora minhas memórias vivas e meu nome podem encenar o quadro. 

Agradecimentos a tantos quantos puderam fazer desta tarde motivo de júbilo em meio a história que aos retalhos está sendo escrita por cada qual: alunos, professores, organização RASC, idealizadores da revista, jornalistas, fotógrafos, editores. 

A matéria foi registada no blog Bibliotecária 

 http://blog-inaja.blogspot.com.br/2013/07/escola-de-biblioteconomia-e.html

_______________________

transcrição Inajá Martins de Almeida

_________________________
Revista Kappa em sua edição de número 74, registra os comentários efetuados por esta subscritora, quando da reportagem acima registrada.

Obrigada pela lembrança, agora aqui compactuada.

Inajá Martins de Almeida


http://kappamagazine.com.br/edicoes/saocarlos/edicao_74/

terça-feira, 2 de julho de 2013

REPORTAGENS KAPPA ADENTRAM SALA DE AULA


A Revista Kappa Magazine, edição 72 - junho 2013, abordou em suas páginas assuntos relevantes. 
Aproveitamos para compartilhar com os jovens em nossas últimas aulas do mês de junho 2013.  
_________________________

CURSO ON LINE 
Informação interessante para os jovens que almejam se aventurar à Escrita Científica.


COLEÇÃO SODRÉ
Além da importância da cartilha para os alfabetandos de épocas várias, saber sua autora haver nascido em Ribeirão Bonito, fora motivo de grande alegria, uma vez que uma de nossas alunas é natural dessa cidade, onde reside e trabalha. 





CELULAR O VILÃO 
Outro assunto de real importância e que deve sempre estar na pauta do dia é a questão da tecnologia. 
Nas ruas, nas casas em sala de aula, aquele que deveria compactuar em comodidade, em retorno rápido da informação, quantas vezes torna-se "vilão". Alerta sempre. Ótima abordagem.





____________________________

capturas de imagem, comentários e montagem de Inajá Martins de Almeida  

________________________________________________________

sábado, 8 de junho de 2013

O QUE ME MOTIVA

Trabalhos em sala de aula surpreendem. Ao ser proposto o tema o que me motiva? pensa-se em várias coisas: dinheiro, emprego, posição, olhar o futuro, o que posso fazer para melhorar o ambiente em que vivo. Foi pensando dessa forma que os jovens formaram equipes e trouxeram os temas, os quais de forma sucinta são registrados neste espaço.

1. O DINHEIRO NÃO TRAZ FELICIDADE MAS SIM AS OPORTUNIDADES 

Existem dois tipos de oportunidades:
  • oportunidade que acarreta o dinheiro
  • o dinheiro que acarreta a oportunidade
Percebe-se que um não sobrevive sem o outro. Enquanto se pode pensar na competitividade sendo um dos caminhos que levam ao dinheiro e a resultados de liderança o dinheiro pode acarretar melhorias mentais e físicas, já que traz condições de bem estar.  

Observando o assunto tanto quanto polêmico, depreendemos que o dinheiro traz sim felicidade, assim como também as oportunidades. A oportunidade acarreta ou é acarretada pelo dinheiro. Em suma, o dinheiro é o causador e a consequência da felicidade.

(Danielle, Hicaro, Letícia Gamito, Thamirez, Sabrina, Letícia, Matheus, Pâmela)


2. FUTURO : O QUE VOCÊ PENSA QUANDO HOUVE A PALAVRA FUTURO

À pergunta futuro segue-se a dúvida. Para saber sobre o futuro temos de saber sobre o presente e como organizamos o emaranhado das questões:
  • Opções e Escolhas – algo que se tem a partir de um objetivo
  • Definir objetivos – partem das necessidades e dos desejos para o crescimento pessoal
  • Metas – o que se faz para alcançar o que se deseja
  • Conseqüências – positivas ou negativas. Preparar-se para lidar com adversidades também. Experiências diárias. 
  • Experiências – lição diária
 Tendo dúvidas quanto ao futuro, unânime o grupo optou pelas ferramentas do presente, como fator primordial para um futuro promissor. A oportunidade do trabalho e formação profissional como adolescentes aprendizes, gerando a oportunidade de crescimento futuro.

(Ana Carolina, Laís, Tainã, Emerson, Letícia, Nathalia Santos)


3. RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

Entendemos que responsabilidade socioambiental é de suma importância em qualquer lugar: empresas, instituições, em nossos lares. Para tanto as autoridades competentes tem gerado políticas sócio ambientalistas para a finalidade.
  • Materiais reciclados - A seleção e reutilização de materiais reciclados vem seno introduzidos cada vez mais em nossa cultura.
  • Água - A economia no consumo tem prevalecido
  • Lixo flutuante – Holandeses vem técnicas para tornarem o lixo dos oceanos em ilhas flutuantes
Em assim pensando a responsabilidade acarreta bom senso na utilização de material de escritório, escolar, higiene pessoal e outros tantos. A utilização de forma adequada e racional. A responsabilidade de dentro para fora. Do menor para o maior.

(Gleice, Mariana, Kelvin, Victor Matheus, Thamaris, Luana, Nathala Drieli, Nathalia Triques, Tarik, Murilo)

____________________

Mediação dos temas por Inajá Martins de Almeida

Em se tratando de trabalho em equipe optou-se pela escolha de um líder para liderar, daí partiu-se para os tópicos:

  • Os liderados seguiram os líderes de forma espontânea? – Unânime sim
  • Houve concordância na aplicabilidade do trabalho proposto? Sim
  • O líder conseguiu motivar os liderados? Sim
  • Entre os liderados houve algum que sobressaiu ao líder? Por se tratar em trabalho em equipe houve concordância em seguir a linha estipulada pelo líder.
  • Houve o fechamento do tema proposto? Sim
Ótimo trabalho. Esta proposta fora efetuada nas aulas dos dias 8 e 9 de maio de 2013. Devido a concordância será aplicado em outra oportunidade.  

sexta-feira, 26 de abril de 2013

MARKETING PESSOAL - Luis Eduardo Mendes


Existem vários casos em que profissionais extremamente competentes naquilo que fazem não alcançam o reconhecimento profissional que eles tanto esperam. As razões podem ser distintas, mas se existe uma coisa que os profissionais que são reconhecidos e valorizados por suas empresas fazem, e poderá ajudar quem busca este reconhecimento, é o marketing pessoal.
Marketing é um conjunto de ações que uma empresa desenvolve para que seus produtos (ou serviços) se tornem conhecidos pelo público, sejam competitivos perante a concorrência acirrada e o mais importante, para que esses produtos vendam.
Ter talento é fundamental, mas é preciso que este talento seja reconhecido e nisso você pode ajudar. Já ouviu falar nos 10 mandamentos do marketing pessoal?
São eles:
  1. Liderança – poder de influenciar a equipe e ser um formador de opinião;
  2. Confiança – ser alguém em quem todos confiam, que cumpre as tarefas que lhe são atribuídas sempre com primor e dentro do prazo;
  3. Visão – entender o que faz e a razão de fazê-lo diariamente;
  4. Espírito de equipe;
  5. Maturidade;
  6. Integridade;
  7. Visibilidade – aparecer, ser visto por quem deve vê-lo. Lembre-se sempre que quem é visto, é lembrado;
  8. Empatia;
  9. Otimismo;
  10. Paciência.



acompanhe todo o artigo

quinta-feira, 25 de abril de 2013

PALAVRAS DE BIL GATES




Bil Gates foi convidado por uma escola secundária para uma palestra. 
Chegou de helicóptero, tirou o papel do bolso onde havia escrito onze itens.
Leu tudo em menos de 5 minutos. Foi aplaudido por mais de 10 minutos sem parar. Agradeceu e foi embora em seu helicóptero.

O que estava escrito? Eis...

  1. A vida não é fácil - acostume-se com isso.
  2. O mundo não está preocupado com a sua auto-estima. O mundo espera que você faça alguma coisa útil por ele ANTES de sentir-se bem com você mesmo.
  3. Você não ganhará R$20.000 por mês assim que sair da escola. Você não será vice-presidente de uma empresa com carro e telefone à disposição antes que você tenha conseguido comprar seu próprio carro e telefone.
  4. Se você acha seu professor rude, espere até ter um chefe. Ele não terá pena de você.
  5. Vender jornal velho ou trabalhar durante as férias não está abaixo da sua posição social. Seus avós têm uma palavra diferente para isso: eles chamam de oportunidade.
  6. Se você fracassar, não é culpa de seus pais. Então não lamente seus erros, aprenda com eles.
  7. Antes de você nascer, seus pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por pagar as suas contas, lavar suas roupas e ouvir você dizer que eles são “ridículos”. Então antes de salvar o planeta para a próxima geração querendo consertar os erros da geração dos seus pais, tente limpar seu próprio quarto.
  8. Sua escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. Em algumas escolas você não repete mais de ano e tem quantas chances precisar até acertar. Isto não se parece com absolutamente NADA na vida real. Se pisar na bola, está despedido… RUA!!! Faça certo da primeira vez!
  9. A vida não é dividida em semestres. Você não terá sempre os verões livres e é pouco provável que outros empregados o ajudem a cumprir suas tarefas no fim de cada período.
  10. Televisão NÃO é vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o barzinho ou a boate e ir trabalhar.
  11. Seja legal com os CDFs (aqueles estudantes que os demais julgam que são uns babacas). Existe uma grande probabilidade de você vir a trabalhar PARA um deles.

assista ao vídeo
http://www.youtube.com/watch?v=giRKt0-lSbg

________________________

pesquisa e postagem de Inajá Martins de Almeida
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...