sábado, 13 de maio de 2017

FÓRUM MUNICIPAL DE APRENDIZAGEM EM SÃO CARLOS

No dia 12 de maio de 2017, nas dependência do SENAC - São Carlos, realizou-se o encontro cuja pauta fora a criação de um Fórum Municipal de Aprendizagem na cidade.

Na oportunidade o debate contou com a participação dos representantes das entidades: CIEE, SENAC, SESC, CEFA, RASC, SENAI e o Centro Paulo Souza.

O objetivo fora retomar as discussões para criação de um fórum municipal, sendo encabeçado pelo sr. Antonio Ribeiro, coordenador do Fórum Estadual de Aprendizagem.

Relevantes situações foram abordadas, experiências declinadas e, em tom de compromisso, acordou-se que as reuniões serão bimestrais, tanto entre os representantes, quanto envolvendo professores, gestores e apoiadores.

Na ocasião Antonio Ribeiro manifesta em palavras: 

" Esse projeto é muito importante, pois temos que dar uma atenção especial aos jovens aprendizes de hoje, já que as contratações são muito pequenas..."

Inajá Martins de Almeida, da RASC, convidada a se manifestar em relação a reunião, enfatizou que essa retomada é muito importante para os jovens, empresas, entidades, sociedade e para as famílias. 

Enfatizou:

"Existe uma carência para levar o jovem a um aprendizado técnico. Temos que tirar os jovens das ruas. O momento é complicado, mas a esperança é grande. O que precisamos é de muita união das entidades e também, claro, o mais importante, que o jovem queira crescer profissionalmente".

A reunião foi muito positiva, as entidades presentes saíram muito satisfeitas. Para que seja formalizada a criação do Fórum Municipal de Aprendizagem, será necessário o apoio do poder público e a superintendência do trabalho, com a efetivação de um projeto de lei ou decreto.



_____________


Foto e Material crédito site: 

acesso em 13/05/2017

sábado, 29 de abril de 2017

DIA DO APRENDIZ - PARABÉNS

VALE A PENA! ESSA OPORTUNIDADE NÃO NOS FOI DADO ATOA



Palavras das aprendizes Josiane e Bianca


Temos 2 anos, de aprendizado e novas amizades, e quantas amizades não é mesmo?! 

Tanto no curso quanto no Banco são laços sendo criados a todo momento, seja com os professores e alunos ou com os gerentes, escriturários, recepcionista, a moça da limpeza, os guardas, ou até com clientes, ahhh esses laços que nos fazem tão bem!




Josiane (in self) com Bianca, Luana Kelly, Heloisa, Thiago, Eduardo, Henrik, Mirella, Emanuelly, Ana Carolina, Fernanda, José Carlos, David e os professores Inajá e Elvio.

____________________________

Sabemos o quanto nossa vida se tornou corrida desde que começamos:


- "Mas trabalha só 4 horas?";

-  "Ainda bem que quem trabalha em banco não faz nada";  

- "Mas trabalha tão pouco e recebe tudo isso?"... 

São apenas alguns dos inúmeros comentários que temos que ouvir desde então.

Vamos começar falando do curso onde comentamos sobre diversos assuntos, informações que sabemos que serão sempre úteis, mas de todas as coisas aqui passadas a mais importante é a troca de experiências onde discutimos sobre fatos do nosso cotidiano, não necessariamente só sobre o banco, é muito importante essa interatividade pois com isso aprendemos além da teoria.


No Banco são momentos únicos que devemos aproveitar ao máximo.





Quem no começo não ficou super tenso com as atividades que deveríamos realizar? Mas com o passar do tempo percebemos que não era aquele bicho de sete cabeças que imaginávamos, e tudo foi se acalmando e hoje sabemos de cor o que devemos fazer na maioria das situações.

No geral já percebemos que o tempo passa rápido demais. Parece que entramos ontem, porém daqui a pouco a maioria fará um ano de RASC e logo depois cumpriremos os dois e então? Vai acabar essa rotina (dá uma tristeza só de pensar nisso né), será que os vínculos criados irão continuar ou se expandir? Será que levaremos os conhecimentos adiante? Isso só o próprio tempo irá nos mostrar, mas de uma coisa temos a certeza, essa oportunidade não nos foi dada atoa, isso é algo que mostra que somos sim capazes mesmo com as dificuldades diárias, então vamos aproveitar, cada momento, afinal não há um dia que passamos sem aprender algo isso nos é provado todos os dias.


Sabemos dos desafios que começaram desde o momento da entrevista, onde começou também a ansiedade, o nervosismo, até ao momento em que finalmente entramos no banco. 





Sair da zona de conforto, ter que se acostumar com rotinas, horários diferentes, pessoas novas, ter que aprender tudo lá dentro muitas vezes sozinho (a), ter que aprender a lidar com tudo isso ao mesmo tempo, aprender a administrar seu próprio dinheiro... Sem contar a família e os amigos, que muitas vezes, infelizmente, acabam sendo deixados de lado, porque nossa prioridade passa a ser outra agora.

Quando uma porta se abre, uma oportunidade dessas vem e nós decidimos querer encarar, muita coisa é deixada de lado e para trás. 


É preciso abrir mão de certas coisas para que outras possam vir. 

Afinal, só temos 2 anos... Que passam num piscar de olhos, e aproveitar cada segundo é essencial. 

E vale a pena

Como vale a pena cada segundo dedicado a isso, todas as vezes em que deixamos de fazer algo por estarmos trabalhando ou por estarmos cansados e só querer a nossa casa, isso tudo com tão pouca idade. 

Vale a pena sim, porque a experiência é única e incrível. Tanto pessoal quanto profissionalmente. Adquirimos novos conhecimentos e novas amizades. E isso tudo é tão gratificante!

Sim, gratificante. Gratidão pela oportunidade, por conhecer pessoas e adquirir experiências tão incríveis. Gratidão, RASC!




Texto escrito por: Josiane Cristina e Heloísa Grabrieli


____________

As aprendizes veteranas, que por dois anos estiveram conosco, retornam e trazem linda mensagem de carinho e expectativa por um futuro em aberto às suas vidas. 


A jovem Lauanda, da cidade de Ribeirão Bonito, fala do seu carinho pelos colegas de trabalho, colegas de sala RASC e pelos professores, além do desenvolvimento pessoal e profissional que marcará sua vida. 



Thaiza, da cidade de Ibaté, com a voz embargada pela emoção do momento, entoa linda canção que a todos enternece.

Momento significativo para todos, principalmente para os professores, que podem experienciar testemunhos de vida tão magníficos, através de jovens que se iniciam no campo profissional.


Fernanda, Ana Carolina, Luana Kelly e Bianca, falam de suas experiências nas agências, em sala de aula RASC, nos encontros semanais. As dificuldades encontradas quando da chegada. A timidez natural. A desenvoltura que aos poucos foi sendo trabalhada. 

Momento de descontração. Aprendizado em que todos saíram com a sensação de terem desempenhado realmente papel de profissionais, numa tarde em que poderia ser apenas de lazer, dado o Dia do Aprendiz e sua comemoração.

   
Mirella, jovem da cidade de Descalvado, trouxera à tarde sua experiência, a nós todos gratificante. 

Com o contrato a se findar no final de maio de 2017, pudera compartilhar com todos nós, suas experiências como universitária - a primeira a conquistar este feito no Polo São Carlos.

Relembrou com muita emoção, seus primeiros passos, desde a entrevista em sua cidade, a contratação, a chegada no banco e na sala RASC. O envolvimento com os colegas. Os amigos que plantou, os amigos que levará para sempre.

Quantos foram levados às lágrimas, inclusive Inajá - que escreve. 

Gratificante demais ver as sementes germinarem, crescerem e darem frutos. Estamos tendo essa oportunidade que é dada a poucos. 

Mirela em seus 17 anos, comporta-se como adulta, cônscia do seu papel como jovem, mulher, estudante, profissional que, com toda certeza colherá muitos louros em sua jornada.  


______________

Espaço : Museu Mário Tolentino São Carlos

Texto : "Vale a Pena"  - Josiane e Heloisa

Textos complementares e postagem : Inajá Martins de Almeida 

Fotos: Elvio A.Arruda

Data : 27/04/2017

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

ENCONTROS QUE FAZEM A DIFERENÇA



Na tarde do dia 06 de outubro de 2016, numa quinta-feira de primavera a partir de um vento frio na cidade de São Carlos, o calor da sala aqueceu os corações. 
Sorriso terno, saudade no olhar, alguns marejados pelas lágrimas incontidas. 
Dois anos repletos de energia sorriso terno, voz suave. Marcas de encontros. Presença marcante em um olhar e jeito asiático, nossa primeira experiência. Inconfundível. Pudemos registrar esse momento através das mensagens que encontramos no face, depois das despedidas em sala de aula.
Aqui o registro. A memória que não se quer apagar. 
Amizade inestimável.
Evelyn Ishioka - marcou um período. Uma nova etapa se abre a seus largos horizontes, sem fronteiras. Duas nações - Brasil e Japão se mesclam em harmonia. 
Obrigada por compartilhar conosco experiências     únicas.


clique sobre a foto






Mensagens que falam do carinho das amigas. 
Pudemos acompanhar e perceber o quanto os encontros podem fazer a diferença.
Obrigada pela belíssima mensagem que vocês nos legaram.



domingo, 25 de setembro de 2016

CONFRATERNIZAÇÃO E APRENDIZAGEM

Na tarde de 9 de setembro de 2016, tivemos uma atividade agradável: dois jovens Hícaro e Thaisa os quais concluíram o contrato de dois anos, ao mesmo tempo em que vieram fazer uma visita cordial, puderam participar do mês de atividades extras.

Hícaro nos trouxe sua experiência em dois anos de Banco do Brasil e em sala de aula. Atualmente terceiro anista da Faculdade de Administração de Empresas pela UNICEP, quando bolsista, e estagiário no mesmo banco em que o recebeu como jovem aprendiz RASC.

Belíssima trajetória. Falou sobre o sonho de se tornar administrador, buscar alcançar concurso público na área bancária, quem sabe fazer carreira no banco em que iniciara suas atividades.

Thaisa veio acompanhada dos pais, os quais sempre presentes em todo o curso de aprendizagem.

Pudemos, nessa tarde, sermos preenchidos por sonhos, expectativas, experiências que agora em registro irá permanecer através dos tempos.

   


Na foto: a partir da esquerda Larissa (que faz o self) Josiane, Élvio e Eduardo - ajoelhados, Ana Carolina, Luana Kelly, Fernanda e Hícaro, sentada Heloisa, José Carlos, Caio, Henrik, Iuri, Maria Aparecida e esposo - pais de Thaisa, Evelyn, Inajá e Bianca. 

quarta-feira, 4 de maio de 2016

POLO LIMEIRA - VISITA CMDCA


jovens do pólo Limeira fazem pose para a foto marcando o feliz encontro entre os membros do CMCDA e os aprendizes da RASC. 
Tarde de muito aprendizado em que todos se beneficiaram das palavras recebidas e levadas. 


Rafael e Bianca (jovens do projeto RASC e Luciana do CMDCA (ao centro)  

ENCERRAMENTO ATIVIDADES 2015 POLO SÃO CARLOS




Nada melhor do que uma foto para registrar um momento festivo


Encerramento das atividades no Polo São Carlos.
Momento de grande alegria e confraternização


Foto de Élvio
São Carlos - 10/12/2015



sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

GENTILEZA - Polo Araraquara - 10/02/2016

Pra começar já vou falar assim
eu pratico o que quero pra mim.

Preste atenção no que vou dizer:
não faça ao outro o que não quer pra você.




Pratique o bem
sem mesmo ver a quem.

Seja elegante
e verás como vai bem adiante.

Não importa o tamanho
não importa a cor
trate todos com carinho e amor.

Se é alto ou pequeno
se é baixo ou moreno

sua beleza vem de você:
a alma mostra o que a mente tenta esconder.

Gentileza é educação.






Um abraço
um beijo
um aperto de mão.

Ser generoso é excelente
Somente com um abraço se pode ficar contente.

Um ato gentil geralmente é guardado na memória
e acredite, isso pode mudar sua história.


Matheus Augusto do Nascimento 

______________________________

A proposta de trabalho desta quarta-feira (10/02/2016) no polo Araraquara, fora a Gentileza.

Os jovens trouxeram tópicos e apresentaram em sala. Matheus compôs um poema, utilizando as palavras que se apresentaram:

Gentileza é:

elegância, educação, cortesia, amabilidade, atenção, respeito, compreensão, nobreza.

Ótima proposta que agora permanece na história, através de palavras e fotos. 
________________________________

Inajá e Élvio  - 10/02/2016

domingo, 24 de maio de 2015

ABRIL JOVENS APRENDIZES POLO SÃO CARLOS



Viver é não ter a vergonha de ser feliz
Verdadeira apoteose - os jovens podem demonstrar alegria ao compartilhar o momento.
O registro desta tarde de abril permanecerá em todos os corações.


clique sobre a imagem
_____________________
Lauanda - faz sua pesquisa e apresenta o que é ser aprendiz


clique sobre a imagem
_________________________
Cálita se preocupa com o tema muito relevante na atualidade, a questão do estresse. 
Ótimo momento de reflexão para todos. 


clique sobre a imagem

_______________________

Ana Paula, Larissa Mello, Diego, Caio, Gabriel Postigo, Iuri, Bianca, Letícia,
tiveram a oportunidade de perceber o papel que todos os adolescentes representam nas agências,
quando realizaram e aqui apresentaram as entrevistas que elaboraram junto aos seus coordenadores/gerentes.
 


clique sobre a imagem
___________________________

Gabriele, Lauanda, Natalia, Cálita, Evelyn, Larissa Giacomelli,
Gabriel Postigo, Diego, Caio, Iuri, Lucas, Larissa Mello, Ana Paula,
Letícia, Bianca, Leonardo, Gabriel Silva, Thaiza
jovens empenhados na alegria de viver, estudar, trabalhar,
compartilhar o melhor da adolescência.


clique sobre a imagem


____________________

fotos: Elvio Antunes de Arruda
Montagem e postagem: Inajá Martins de Almeida


sábado, 18 de abril de 2015

ÉTICA, POLÍTICA E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - profª Carla Giani Martelli

Em comemoração ao mês do Adolescente Aprendiz, os jovens da RASC, Polo Araraquara assistiram belíssima palestra no Plenarinho da Câmara Municipal de Araraquara.

No dia 15 de abril de 2015, a professora da UNESP através do tema Ética, Política e Administração Pública, levou os jovens a repensarem o momento em que a nação está vivenciando, assim como a participação de adolescentes no cenário político.

Muitas perguntas fizeram-se sentir. Os jovens interagiram com os presentes, momento em que todos se beneficiaram da troca de experiências.

Em momentos a palestrando dirigiu-se aos jovens com satisfação, quando os questionamentos trouxeram novas perspectivas ao plenário.

clique sobre as imagens


Fachada da Câmara Municipal - centro de Araraquara. Monumento imponente impõe pela presença resgatando o passado com o presente. Belíssima construção de arquitetura esmerada, registrada nesta foto por Elvio A.Antunes aos 15 dias de abril de 2015.




Carla Giani Martelli (profª e palestrante) Edna Martins (vereadora) e Elias Chediek (vereador)


Os jovens compartilham a alegria pela tarde envolvente. 
Sorrisos contagiantes.



Alguns momentos em imagens



Atenção total. O tema a todos envolvia em aprendizado 


Pensativos. Registros necessários.


As organizadoras do evento - Paula, Alesandra, Silva, e Inajá (RASC)
Belíssima amizade. Agradecimento eterno. Momento contagiante. 


_________________

Montagem : Inajá Martins de Almeida
Fiotos: Elvio A.Arruda

__________________

sexta-feira, 17 de abril de 2015

NEM MELHOR, NEM PIOR, APENAS ÚNICA - Larissa Mello

Polo São Carlos, tarde de sexta-feira, 17 de abril 2015.
Às comemorações do mês dos Adolescentes Aprendizes agregam-se temas. Atividades conjunta. Eis que se propõe a busca por Perfis.

Afinal o que é essa palavra que a muitos soa de forma temerosa, a outros enganosa e outros tantos engenhosa.

Estava lançado o desafio, quando entre tantas falas, conjecturas, um a outro trocando perfis, todos compartilhando pontos de vista, um poema se faz preencher o espaço na voz suave e doce de uma jovem sonhadora.

É Larissa Mello que encanta com sua jovialidade e levanta aplausos, quando a se expressar, de si, em poema:




clique sobre a imagem




Nem melhor, nem pior, apenas única!

Nem tão alta, nem tão baixa, na medida certa!
Nem tão branca, nem tão negra, um tom misturado!
Nem tão morena, nem tão loira, um castanho médio!
Nem tão esperta, nem tão burra, uma capacidade diferente!
Nem tão rica, nem tão pobre, com meu suor, conquisto o que preciso!
Nem tão chata, nem tão legal, pra cada situação um jeito de lidar!
Nem tão estilosa, nem tão brega, um perfil diferente!
Nem tão rápida, nem tão devagar, uma velocidade que não me faça desistir de meus sonhos!
Nem tão magra, nem tão gorda, aliás, isso não diz o que tenho de melhor dentro de mim!
Nem melhor, nem pior, apenas única, aliás, o meu ser, apenas eu posso mudar e ninguém pode copiar, pois cada um sabe o que tem de melhor dentro de si. 



_________________

postagem: Inajá Martins de Almeida

____________




    

SONHOS - Amanda Rodrigues de Souza



Foi com essa proposta que Amanda Rodrigues de Souza, Pedagoga e Mestranda em Educação Especial pela UFSCAR (Universidade Federal de São Carlos) abrilhantou a tarde de quinta-feira, 16 de abril 2015, mês das comemorações aos Adolescentes Aprendizes.





Nathalia, Lauanda, Thaiza, Amanda, Inajá, Bianca, Letícia, Gabriele, Ana Paula e Letícia
Lucas, Diego, Iuri, Leonardo, Gabriel Silva, Gabriel Postigo, Caio e Thainá


A consistência dos seus sonhos. O esforço para conquistá-los. Os obstáculos. Janelas que se abriam a novas perspectivas inusitadas. 

Os projetos. As viagens. Sonhos que uma jovem sonhadora sonhava e realizava e levava os jovens a buscarem os seus sonhos.

A bagagem de Amanda se abria e preenchia todo o ambiente. 




Sonhos adentravam e iluminavam o ambiente. 

Janelas entreabriam-se aos sonhos.

Sorrisos contagiantes, sonhavam sonhos de adolescentes.


Aprendizes de sonhos - sonhavam. 
Criavam expectativas vindouras. 
Teciam planos.  


Envolviam-se nos sonhos realizados.
Enquanto sonhos a serem realizados 
clamavam.




A mochila guardava sonhos.

E todos sonhavam.

O espaço tornava-se pequeno.

Portas se abriam aos sonhos.

Buscavam alargar fronteiras.  




Porque :



"Se podemos sonhar, também podemos tornar nossos sonhos realidade" - Walt Disney


___________________


formatação e postagem: Inajá Martins de Almeida
fotos: Elvio A.Arruda

RASC - Polo São Carlos  -16/04/2015

__________________

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

DIFÍCIL MOMENTO DA DESPEDIDA




clique sobre as imagens
______________________________________________

Gleice Lira, jovem valorosa, talentosa, amiga.
Cumpriu seu contrato com louvor. 

Neste último dia ao compartilhar suas experiências, seus momentos vividos na agência e em sala de aula - a chegada e a partida - a todos transmitiu uma verdadeira lição do que é ser um profissional com atributos os quais um profissional deve ter.

Um profissionalismo numa jovem adolescente,  que poderia causar transtorno em muitos  profissionais com longa jornada.
A ordem no trabalho, do primeiro ao último dia. O zelo e cuidado pela sala de aula. O trato para com os colegas, em especial a esta que escreve, encantou.
A despedida. Em cada local uma palavra de carinho. Aos gerentes, auxiliares, funcionários de todos os cargos e postos. Nem mesmo a senhora do salgado fora esquecida. 
O agradecimento a todos. A mim, tocou profundamente. 
Obrigada Gleice por ter compartilhado conosco a sua intelectualidade a sua meiguice, o seu toque maduro numa adolescente ainda.
Que o tempo se encarregue de conduzi-la ao sucesso merecido. Jamais se aparte do ser, em detrimento ao ter. Muito bem explorado em nossas aulas. 
Obrigada amiga.

     
Uns chegam - Ana Paula. Outros permanecem por mais alguns meses - Murilo, Natalia Driele, Daniele, Ana Caroline, Lais, Leticia Gamito, Pâmela, Emerson, Gabriel, Tainã, Thamires.
Partem: Gleice Lira, Nathalia Triques, Luana Moreira (foto), Kelvin Jansen, Tarik Brandão. 
Uma jornada de dois anos, compartilhada nas aulas de quarta-feira. 
É dezembro. Festivo pela meta alcançada. Triste. Melancólico pela saudade da ausência daquele lugar.
Cada jovem com sua característica. Sua postura. Jovens que ao saírem já não são os mesmos que adentraram portas: quer giratórias, quer a convencional em sala de aula. 
A muitos, a estatura denuncia. Entretanto, visível se torna o amadurecimento de todos.    


Entre um regalo adorável, a mim entregue - o piano que é "minha cara", segundo o dizer dos jovens - a alegria, mesclada a tristeza, despendem-se da "pequena aprendiz" - Nathalia Santos 
"Pequena notável", como pude me expressar.   
Letícia Martins, logo nos primeiros dias de dezembro também parte.  



Emerson, Tainã, Gabriel - três jovens. Alegria contagiante. Carinho expresso nos gestos. 
O tempo ainda lhes proporcionará momentos agradáveis.
É mês de Natal. Os festejos se aproximam. Metas cumpridas. Metas a serem almejadas ante 2014 que se aproxima. 
Encerramos nosso ano de trabalho. 
Pudemos participar de mais três contratações: Thainá, Nathalia Soriano e Gabriel Postigo.
Uns partes. Outros chegam. 
É o Programa Adolescente Aprendiz RASC que proporciona momentos marcantes na vida de tantos jovens neste Estado de São Paulo.
Obrigada em uníssono dizemos.

Inajá Martins de Almeida e os jovens



quarta-feira, 30 de outubro de 2013

VOCÊ VIRARIA A CADEIRA PARA VOCÊ MESMO? - Alexandre Prates

Tenho acompanhado com certo entusiasmo o programa que busca a nova voz do País, o The Voice Brasil. Mesmo como expectador, é inevitável sentir, ainda que em menor intensidade, aquela angústia de quem está se apresentando, na expectativa de um dos técnicos virarem a cadeira e, dessa forma, concederem uma oportunidade para entrar realmente no programa e dar um grande passo para uma carreira exitosa. Saber cantar, ter repertório, carisma com o público, nada disso garante que as cadeiras irão virar. É impressionante! Ficamos assistindo, encantados com a apresentação e, ainda assim, somos surpreendidos com a negativa dos técnicos. Mas, pensando bem, não é tão impressionante assim. Fazendo uma analogia com o mundo corporativo, podemos pensar: quantas pessoas você conhece que possuem um currículo acadêmico invejável e, no entanto, ainda não tiveram grandes conquistas profissionais? Quantas pessoas você conhece que têm um discurso incrível, embasado, emocionante, mas que nada fazem além de falar e falar? Eis a questão, amigo. Não é apenas o repertório de citações acadêmicas, o carisma, a capacidade técnica. É preciso ir além para fazer a cadeira virar, para conquistar a oportunidade, o reconhecimento. Então fica a pergunta: o que faz a cadeira virar? ... continue em ...

pesquisa e postagem de Inajá Martins de Almeida

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

JOVENS TALENTOS - POLO SÃO CARLOS


Jovem Talento se expressa através da escrita

clique sobre a imagem


Jovens se expressam através da arte


Pintura de Mariana Dourado - Rua XV de Novembro 

Rosto de Gleice Tavares de Lira

Luana Moreira - auto retrato


Victor Matheus dos Santos - Realizando sonhos

Desbravando caminhos - trabalho em equipe - Luana, Bruna e Sabrina - 2012


_____________________________

trabalhos em sala de aula
fotos: Elvio A.Arruda
Postagem: Inajá Martins de Almeida 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...